Jovens do Ceará e de São Paulo são os vencedores do Desafio LED – Me dá uma luz aí!

O desfecho do “Desafio LED – Me dá uma luz aí!” foi pra lá de emocionante e premiou os primeiros colocados no Palco Inova, no Museu de Arte do Rio (MAR), na noite de sábado (09). Dos estudantes que chegaram à final, dois vencedores levaram a maior fatia do prêmio total de R$ 300 mil – R$ 75 mil cada: Gabriela Leite, 19 anos, de Juazeiro do Norte (CE), e Weverton Alves, 27 anos, de São Paulo (SP).

Foto: Blinia Messias

Emocionada, Gabriela disse estar realizada com o resultado no Rio de Janeiro. “Vim do Juazeiro e estou super orgulhosa de representar a minha cidade ao lado de pessoas tão interessantes e com ideias que nos conectam, com o mesmo objetivo”, disse.

Weverton, que veio da periferia de São Paulo, ressaltou a importância de estar ocupando esse espaço. “Estou muito feliz de conseguir colocar esse projeto em prática. Ano que vem mais estudantes periféricos estarão aqui ganhando esse prêmio”, vibrou.

Avaliação criteriosa

O Desafio, uma parceria com a Mastertech, começou com 80 histórias de jovens universitários que compartilharam seus maiores desafios educacionais e apresentaram uma solução para resolvê-los. A primeira oficina de Design Thinking transformou esses relatos em 20 projetos. A segunda, converteu esse número para 10 protótipos pré-finalistas. Já reunidos do Rio, todos participaram de nova oficina e cinco levaram suas soluções para a “batalha final”.

Na última etapa, já no Pitch que fechou o Palco Inova, os cinco finalistas foram avaliados por quatro jurados: Edgard Gouveia Jr., que desenvolve projetos de games voltados para a educação; Guilhermina Abreu, do projeto Crio o Impossível; João Alegria, secretário geral da Fundação Roberto Marinho, e PH da Globo, responsável por tecnologia e inovação da TV Globo.

Para João Alegria, não há nada que aconteça sem a educação. “Convidamos esses estudantes para que se dediquem a encontrar soluções para a educação em uma construção coletiva, lançando luz e sendo motor para que esses projetos sejam colocados em prática”, explicou.

A CEO e Co-fundadora do Embaixadores da Educação, Guilhermina Abreu, trabalha em prol da educação há anos, com jovens de escolas públicas, compreendendo a realidade que é enfrentada por eles. “Sempre achei importante transformar a escola em uma grande comunidade, aproximando os alunos. É assim que surgem as ideias”, destacou.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO DESAFIO

Vencedores – R$ 75 mil (cada)

Gabriela Leite, 19 anos – Juazeiro do Norte-CE | Projeto: “Maduc: o match da educação”
O Maduc é um aplicativo de matching entre universitários e alunos da rede pública do interior do Ceará, que buscam desenvolver grandes ideias e transformar suas realidades através da inovação.

Weverton Alves, 27 anos – São Paulo-SP | Projeto: Mentoria na Perifa
O projeto Mentoria na Perifa tem o foco de transformar a vida dos jovens de baixa renda através de mentorias online gratuitas.

3º lugar – R$ 50 mil

Nicolle Costa, 27 anos – Campos dos Goytacazes-RJ | Projeto: “Me dá um HELP!”
Um projeto voltado para os recém aprovados na universidade pública por políticas de cota, que acabam não tendo os pré-conhecimentos básicos das disciplinas iniciais, visando a inclusão desse aluno e a sua continuidade no meio acadêmico.

4º lugar – R$ 30 mil

Persiely Pires Rosa, 33 anos – Manaus-AM | Projeto: “Interpretando as 4 operações”
Um projeto de cunho social, gratuito e voluntário que acompanha os estudantes que possuem faixa etária de 14 a 18 anos em média, de etnias indígenas, venezuelanos, negros e brancos, a maioria de classe baixa, sem acesso a internet, sem TV, com muitos problemas financeiros, a maioria mora em zonas rurais ou bairros muitos distantes. Busca fortalecer a base na aprendizagem, principalmente nas questões que envolvem interpretação, leitura e cálculos.

5º lugar – R$ 20 mil

Déborah Piquet, 19 anos – João Pessoa-PB | Projeto: “ÁLBUM DE FIGURINHAS DOS 17 ODS”
O “ÁLBUM DE FIGURINHAS DOS 17 ODS” visa ensinar e fazer acontecer os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU para crianças e jovens de todo o País, de forma lúdica, através de parcerias públicas e/ou privadas.

6º ao 10º lugar – R$ 10 mil (cada)

Viviane Marques, 37 anos – Uberaba/MG | Projeto: “Boneca Flor e Artesã Flora”
Idealizado pelas autoras Viviane Marques e Kelly Ribeiro com a proposta mostrar e incentivar a importância de desenvolver práticas pedagógicas na busca de um melhor ensino aprendizagem através de atividades teóricas e práticas utilizando o lúdico em escolas e instituições sociais.

Tamara de Oliveira, 46 anos – Nova Iguaçu-RJ | Projeto: “EJA EMOCIONAL”
Criado para levar apoio emocional e motivacional para alunos jovens, adultos e idosos, através de mensagens por vídeos que ajudarão esses sujeitos a aprofundar seus vínculos com o espaço escolar, professores e colegas de turma buscando diminuir os números da evasão escolar na EJA.

Marcel Martins Mucciolo, 34 anos – São Paulo | Projeto: “A Diferença Que Nos Une”
Projeto contra o bullying com a finalidade de mostrar, de forma simples e prática, que temos sempre um pouco do outro dentro de nós, e vice-versa, exaltando a empatia e o entendimento entre os alunos.

Gabriel Fontoura Motta, 29 anos – Campinas-SP | Projeto: ¿Hablas Español?
Uma experiência de teatro virtual com objetivo de documentar e estimular a produção artística dos alunos imigrantes refugiados e apátridas, aprendendo novos idiomas.

Adriana Caluête, 27 anos – Olinda-PE | Projeto: “EPAC”
Espaço para práticas e vivências pedagógicas. Um ambiente de educação inclusiva e social que estimula habilidades e competências por meio das experiências, descobertas, criatividade e trabalho cooperativo.

O Desafio LED – Me dá uma luz aí! tem como objetivo premiar estudantes universitários que apresentem soluções criativas para problemas educacionais reais vividos dentro de escolas ou universidades. Os 10 vencedores, além de ganharem uma viagem para realizar o pitch final do Desafio durante o Festival LED, dividem um prêmio de R$ 300 mil reais. A iniciativa é uma parceria entre a Globo e a Mastertech, escola de pensamento digital, ágil, lógico e humano.

Matéria publicada originalmente aqui: https://redeglobo.globo.com/movimento-led-luz-na-educacao/festival-led-luz-na-educacao/noticia/jovens-do-ceara-e-de-sao-paulo-sao-os-vencedores-do-desafio-led-me-da-uma-luz-ai.ghtml

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content