25 de janeiro , 2023

Geração Z e saúde mental

Como as crises do século XXI afetam os nascidos entre 1995 e 2010

Novos modelos e formatos de trabalho (e extinção de antigos postos), crises financeiras, avanços tecnológicos com cara de tragédia de ficção científica, desastres climáticos e, para completar, uma pandemia global que nos enclausurou por quase dois anos. É nesse contexto de “fobia do amanhã” – também conhecido como século XXI – que vemos nosso bem-estar emocional ser “zoado” a cada primavera.

Para alguns indivíduos, aliás, o medo do futuro é uma constante, em especial aqueles que vieram ao mundo no intervalo entre o analógico e o digital: a chamada geração Z, nome dado aos nascidos de 1995 a 2010 (as datas são aproximadas, pois não existe um consenso social claro para esta classificação).

Pesquisas indicavam, mesmo antes da irrupção da Covid-19 – que piorou gravemente o quadro – que essa geração de pessoas detinha os níveis mais baixos de bem-estar emocional e sofriam mais frequentemente com doenças como a depressão e a ansiedade dentre todos os grupos etários. A propósito, os “Gen Z”, junto com seus antecessores, os millenials, formam a chamada “geração deprimida”.

Ouça o podcast pelo link acima e acesse o material  em texto e saiba mais sobre o assunto e reflita sobre as juventudes com as quais lida todos os dias.

Um pensamento em "Geração Z e saúde mental"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

plugins premium WordPress

Boas-vindas LED

Skip to content