Projetos

Vencedor Prêmio LED 2023

Salvaguarda

Público do Projeto

Estudantes e ex-alunos do ensino médio da rede pública brasileira. O projeto também recebe inscrições de adultos e até mesmo de pessoas na terceira idade.

Pessoas Impactadas

11.810 inscritos em 2022, oriundos de 1.557 cidades brasileiras 

Objetivos

Auxiliar estudantes ou ex-estudantes do ensino médio da rede pública com a escolha profissional,  informações e conteúdos úteis ao longo do percurso.

Problemas Enfrentados pelo Projeto

O projeto foi motivado a partir da observação da realidade enfrentada pela maioria dos estudantes da rede pública ao concluírem o Ensino Médio: a dificuldade em ingressar e concluir os estudos nas Universidades Públicas do país, seja pela falta de informação, pela falta de preparação dos alunos para ali estarem, pelas dificuldades financeiras para se manter no curso ou mesmo pela falta de motivação. Os alunos e ex-alunos em vulnerabilidade social passaram a ser o grupo prioritário para o desenvolvimento da proposta:  jovens de baixa renda, maioria parda ou preta, mulheres, estudantes com deficiência e também comunidade LGBTQIAP+.

Descrição da Atividade

O programa oferece, através de plataforma online, um conjunto de ferramentas para alunos e ex-alunos do Ensino Médio da rede pública. Os materiais disponibilizados são escolhidos e planejados através de três pilares: motivação, conteúdo e informação. 

A difusão de informações sobre universidades, meios de ingresso, auxílios e possibilidades de carreiras após o ensino médio são o pontapé inicial para ajudar o público prioritário a ingressar nas Universidades Públicas. A equipe percebeu, entretanto, que somente as informações não bastavam para auxiliá-los na complexidade de desafios que os alunos em situação de vulnerabilidade enfrentam ao ingressar no ensino superior: era necessário motivá-los para criar terrenos férteis para a absorção das informações e, por fim, oferecer diversos conteúdos de apoio ao longo do percurso. 

Para dar conta desta demanda, a equipe reuniu profissionais de diferentes áreas e um grande número de estudantes universitários voluntários de todo o Brasil. Através de estratégias de aconselhamento e monitoria, os estudantes inscritos passam a contar com as seguintes funcionalidades:  

1) Correção de redação: cada estudante pode ter um corretor particular de redação e cada voluntário acompanha os mesmos alunos ao longo do ano. Esta ferramenta visa desenvolver a escrita e a comunicação, que são úteis não somente no vestibular, mas também na vida profissional e até em entrevistas de emprego.  

2) Acolhimento psicológico: os estudantes têm acesso a encontros semanais e em grupo. O objetivo é desenvolver habilidades socioemocionais a partir de uma pauta preestabelecida por encontro, como por exemplo ansiedade, desmotivação, etc. 

3) Auxílio com a escolha profissional: eles têm, ao longo do ano, um canal direto com qualquer estudante ou profissional de sua área de interesse para auxiliar em suas decisões sobre possibilidades de carreiras. 

4) Tutorias: cada aluno pode, de acordo com suas necessidades, contar com um tutor para auxiliá-los no desenvolvimento de trabalhos, de acordo com a sua demanda individual. Os alunos são encaminhados e desenvolvem habilidades de organização e coleta de informações para o desenvolvimento da tarefa. 

5) Monitorias de aprendizagem.

Fotos

Materiais Utilizados

Redes sociais, ferramentas de videoconferência, plataformas de streaming e sites

Monitoramento e Avaliação

Os gestores estabeleceram um canal direto e contínuo de feedback com estudantes e voluntários para ajustes de funcionalidades, melhorias e mudanças. Além disso, um formulário de feedback é encaminhado para estudantes e voluntários, focado em inferir e avaliar os resultados e impacto.

Resultados

Em 2020, primeiro ano da pandemia de COVID, o programa deixou de ser local e se tornou uma ação nacional. A proposta passou a ser difundida em outros estados brasileiros e uma parceria estabelecida com a Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco permitiu uma ampla divulgação da proposta na Região Nordeste. Com isso, em 2022 o Salvaguarda teve recorde de inscritos: 11.810 alunos oriundos de 1.557 cidades (cerca de 28% dos municípios brasileiros), além de mais de mil voluntários representantes de todas as 154 universidades públicas do país. 

A dimensão de alcance possibilitou também o recebimento de doações financeiras para a manutenção do projeto, ajuda de universidades e docentes na divulgação de editais, além de ajuda direta de professores. Os resultados também se refletem na vida dos participantes: em torno de 1000 inscritos já ingressaram no ensino superior, vários estudantes estão se preparando para as provas e também já indicação de melhoria no desempenho escolar, autoestima e escrita. Já os voluntários sinalizam o auxílio na qualificação profissional, a oportunidade de treinar habilidades de didática, comunicação e a colaboração adquirida no projeto para conseguirem emprego e/ou estágio. 

Rede Articulada pela Proposta

Estudantes e voluntários de todas as 154 universidades públicas brasileiras.

Localidades

  • Ribeirão Preto
.

ODS

Projetos

Salvaguarda
IMG_20190828_110442590_HDR

Público do Projeto

Estudantes e ex-alunos do ensino médio da rede pública brasileira. O projeto também recebe inscrições de adultos e até mesmo de pessoas na terceira idade.

Pessoas Impactadas

11.810 inscritos em 2022, oriundos de 1.557 cidades brasileiras 

Objetivos

Auxiliar estudantes ou ex-estudantes do ensino médio da rede pública com a escolha profissional,  informações e conteúdos úteis ao longo do percurso.

Problemas Enfrentados pelo Projeto

O projeto foi motivado a partir da observação da realidade enfrentada pela maioria dos estudantes da rede pública ao concluírem o Ensino Médio: a dificuldade em ingressar e concluir os estudos nas Universidades Públicas do país, seja pela falta de informação, pela falta de preparação dos alunos para ali estarem, pelas dificuldades financeiras para se manter no curso ou mesmo pela falta de motivação. Os alunos e ex-alunos em vulnerabilidade social passaram a ser o grupo prioritário para o desenvolvimento da proposta:  jovens de baixa renda, maioria parda ou preta, mulheres, estudantes com deficiência e também comunidade LGBTQIAP+.

Descrição da Atividade

O programa oferece, através de plataforma online, um conjunto de ferramentas para alunos e ex-alunos do Ensino Médio da rede pública. Os materiais disponibilizados são escolhidos e planejados através de três pilares: motivação, conteúdo e informação. 

A difusão de informações sobre universidades, meios de ingresso, auxílios e possibilidades de carreiras após o ensino médio são o pontapé inicial para ajudar o público prioritário a ingressar nas Universidades Públicas. A equipe percebeu, entretanto, que somente as informações não bastavam para auxiliá-los na complexidade de desafios que os alunos em situação de vulnerabilidade enfrentam ao ingressar no ensino superior: era necessário motivá-los para criar terrenos férteis para a absorção das informações e, por fim, oferecer diversos conteúdos de apoio ao longo do percurso. 

Para dar conta desta demanda, a equipe reuniu profissionais de diferentes áreas e um grande número de estudantes universitários voluntários de todo o Brasil. Através de estratégias de aconselhamento e monitoria, os estudantes inscritos passam a contar com as seguintes funcionalidades:  

1) Correção de redação: cada estudante pode ter um corretor particular de redação e cada voluntário acompanha os mesmos alunos ao longo do ano. Esta ferramenta visa desenvolver a escrita e a comunicação, que são úteis não somente no vestibular, mas também na vida profissional e até em entrevistas de emprego.  

2) Acolhimento psicológico: os estudantes têm acesso a encontros semanais e em grupo. O objetivo é desenvolver habilidades socioemocionais a partir de uma pauta preestabelecida por encontro, como por exemplo ansiedade, desmotivação, etc. 

3) Auxílio com a escolha profissional: eles têm, ao longo do ano, um canal direto com qualquer estudante ou profissional de sua área de interesse para auxiliar em suas decisões sobre possibilidades de carreiras. 

4) Tutorias: cada aluno pode, de acordo com suas necessidades, contar com um tutor para auxiliá-los no desenvolvimento de trabalhos, de acordo com a sua demanda individual. Os alunos são encaminhados e desenvolvem habilidades de organização e coleta de informações para o desenvolvimento da tarefa. 

5) Monitorias de aprendizagem.

Fotos

Materiais Utilizados

Redes sociais, ferramentas de videoconferência, plataformas de streaming e sites

Monitoramento e Avaliação

Os gestores estabeleceram um canal direto e contínuo de feedback com estudantes e voluntários para ajustes de funcionalidades, melhorias e mudanças. Além disso, um formulário de feedback é encaminhado para estudantes e voluntários, focado em inferir e avaliar os resultados e impacto.

Resultados

Em 2020, primeiro ano da pandemia de COVID, o programa deixou de ser local e se tornou uma ação nacional. A proposta passou a ser difundida em outros estados brasileiros e uma parceria estabelecida com a Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco permitiu uma ampla divulgação da proposta na Região Nordeste. Com isso, em 2022 o Salvaguarda teve recorde de inscritos: 11.810 alunos oriundos de 1.557 cidades (cerca de 28% dos municípios brasileiros), além de mais de mil voluntários representantes de todas as 154 universidades públicas do país. 

A dimensão de alcance possibilitou também o recebimento de doações financeiras para a manutenção do projeto, ajuda de universidades e docentes na divulgação de editais, além de ajuda direta de professores. Os resultados também se refletem na vida dos participantes: em torno de 1000 inscritos já ingressaram no ensino superior, vários estudantes estão se preparando para as provas e também já indicação de melhoria no desempenho escolar, autoestima e escrita. Já os voluntários sinalizam o auxílio na qualificação profissional, a oportunidade de treinar habilidades de didática, comunicação e a colaboração adquirida no projeto para conseguirem emprego e/ou estágio. 

Rede Articulada pela Proposta

Estudantes e voluntários de todas as 154 universidades públicas brasileiras.

Vencedor Prêmio LED 2023

.

ODS

Deixe um comentário

Compartilhe esse conteúdo

plugins premium WordPress

Boas-vindas LED

Skip to content